Pedro Alonso Lopez

Publicado: maio 18, 2009 por Mellanye em Pedro Alonso Lopez

pal

Nascido em Santa Isabel (Colômbia), em 8 de outubro de 1948, Alonso é um dos homens mais mortiferos de todos os arquivos de SK’s já registrados. Por ser confesso, ele ficou conhecido por “Monstro dos Andes” e fez vítimas em três países. Ficou conhecido após uma entrevista com um foto-jornalista chamado Laytner, que o conheceu na sua cela de prisão em 1980. Matava meninas entre nove e doze anos, inclusive levou a policia até o tumulo de 53 vítimas.
Em 1983, ele foi declarado culpado pela morte de 110 jovens no Equador, e confessou ter matado mais 210 vítimas nos países vizinhos (Peru e Colombia).
Era filho de mãe prostituta, e aos nove anos de idade, Alonso Lopez foi expulso de casa pela mesmo, após ter acariciado sua irmã mais nova; a partir de então vivia com um pedófilo, que o sodomizava á força. Quando tinha 18 anos, já na prisão, foi espancado por uma gangue, e como vingança, matou 4 de seus algozes. Em 1978, suas vítimas chegavam a 100 no Peru, então mudou-se para Colombia e depois Equador, onde mantinha a mpédia de três vítimas por semana.
Ele contou em um de seus jugamentos que preferia assassinar meninas de nacionalidade equatoriana, pois alegava que eram mais inocentes e doces. Por este motivo, a Pedro foi atribuido o grande numero de desaparecimento de meninas que haviam constado na região.
Em 1980 ele se dispôs a contar o diluvio de sangue que havia feito durante os anos de matança, com duvida nas afirmações feitas pelo acusado, a policia esclaresceu as mesmas quando Pedro levou-os ao seu cemitério particular (onde estavam 53 vitimas).

Estima-se que 300 assassinatos é um baixo numero para ele.

comentários
  1. Daniel disse:

    Serial-Killers – O Monstro dos Andes

    Equador, março de 1980.

    A polícia da Província de Ambato é chamada para prender um homem que havia sido detido por populares em uma feira da cidade. Aparentemente o homem havia se insinuado para a filha de uma das vendedoras da feira.

    O nome do homem era Pedro Alonso López. Os investigadores tentam interrogar o homem que se recusa a falar.

    O investigador encarregado do caso, Pastor Córdoba, tenta então, através de métodos científicos de interrogação, ganhar a confiança do suspeito. Em poucas horas, Pedro Alonso López começaria a contar suas histórias de horror, que fariam os próprios investigadores a duvidar.

    Post completo em:

    http://grupogingagoias.com.br/oaprendizverde/?p=678

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s